Audiência Pública na Câmara Debate a Situação dos Correios

O anúncio da ECT a respeito das demissões em massa e o fechamento de agências tem repercutido também no Congresso Nacional. Nesta semana, o Presidente da AACB, Jailson Mário Pereira, foi convidado a participar da audiência pública realizada no dia 6 de abril, na Câmara dos Deputados, como expositor, para debater a redução do atendimento e dos serviços nos Correios, bem como a precarização do trabalho.

Apesar de contraporem ao prejuízo alegado, os representantes dos trabalhadores apresentaram medidas que podem ajudar os Correios, como a capitalização da empresa, com fluxo de caixa, aporte e suplementação orçamentária. “Nada mais justo devolver o que foi levado a mais pelo governo“, justificou o presidente da Associação de Analistas dos Correios do Brasil, Jailson Mário Pereira.

Outra opção ágil para resolver os problemas seria a fidelização do governo para que a logística dos órgãos públicos seja realizada pelos Correios, atualmente, sob a responsabilidade de empresas privadas do segmento. Propôs o Presidente da FINDECT, Gândara.

Além disso, a representação dos ecetistas ressaltou que é necessário honrar os empregados com os direitos trabalhistas adquiridos. Ainda garantiram que, caso os ecetistas continuem perdendo, haverá luta até a última esfera.

Nós somos a matéria-prima e fazemos a empresa ao longo desses 354 anos. Vamos fazer aquilo que sabemos e continuar prestando bons serviços à população. No entanto, caso prevaleçam as propostas da empresa, vamos parar por tempo indeterminado, a partir do dia 26 de abril, até que a ECT cumpra seu papel e nos chame a uma negociação efetiva“, garantiu o secretário-geral da FENTECT.

Na semana passada, um dia antes da aprovação do requerimento, o deputado Angelim falou sobre os problemas da categoria, promovidos pela má gestão da empresa, no Congresso Nacional, após o tema ter sido amplamente divulgado pela mídia.

Quero manifestar meu repúdio a mais uma tentativa do Governo Temer de desmonte de uma empresa centenária“, protestou o parlamentar. Angelim ainda lembrou que, em muitas regiões do norte e do nordeste do País, o único meio de comunicação é os Correios.

E, hoje, ele corre o risco sério de ser fragilizado com programa de demissão voluntária e fechamento de suas unidades em todo o país“, alertou o Exmo Deputado Angelim.

A audiência atendeu ao Requerimento nº 112/2017, de autoria do deputado federal do Estado do Acre, Raimundo Angelim, e outros, aprovado na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, em 29 de março deste ano e foi realizada no Anexo II da Câmara dos Deputados, na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, a partir das 9h30, nesta quinta-feira (6).

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Associação dos Analistas de Correios do Brasil

SGCV, LT 11, Bloco C, SL 121, Park Studios, Zona Ind. Guará – Brasília- DF, CEP 71.215-610
CNPJ 24.712.944/0001-50
Portal: www.aacb.org.br
Direto: contato@aacb.org.br

Associação dos Analistas de Correios do Brasil,

SIGA-NOS

»